PROCESSO DE PRODUÇÃO DE ÁCIDO CÍTRICO A PARTIR DE DESCARTES DA INDÚSTRIA DE BEBIDAS AÇUCARADAS

O que é

A presente invenção refere-se a um processo de produção de ácido cítrico por fermentação submersa com fungos filamentosos utilizando descartes de bebidas açucaradas como substrato. O processo estabelecido pela presente invenção explora a composição rica em carboidratos e com baixas concentrações de micronutrientes dos descartes da indústria de bebidas açucaradas para utilização como substrato em fermentação para produção de ácido cítrico. A composição dessas bebidas permite seu uso como substrato em fermentação por fungos filamentosos para produção de ácido cítrico sem a necessidade de pré-tratamento.

A invenção oferece uma alternativa economicamente e ambientalmente interessante para a indústria de bebidas açucaradas pela valorização dos produtos descartados, uma vez que além de reduzir a alta carga orgânica dos mesmos, há a produção de ácido cítrico, um produto de interesse comercial para as próprias indústrias de bebidas, indústrias de alimentos, farmacêutica e outras.

Benefícios / Vantagens

A presente invenção apresenta os seguintes benefícios e vantagens:

  • Potencial econômico associado à transformação de um efluente (descartes da indústria de bebidas açucaradas) de baixo valor em um bioproduto (ácido cítrico) de interesse comercial;
  • Diminuição da carga poluente do efluente utilizado no processo;
  • Os descartes de bebidas açucaradas não necessitam de pré-tratamento para utilização como substrato em processos fermentativos para produção de ácido cítrico por A. niger. Essa é uma vantagem econômica em relação ao melaço de cana e beterraba, e hidrolisados de milho. Tais substratos, geralmente utilizados industrialmente para produção de ácido cítrico a partir de A. niger, necessitam de tratamentos para remoção de íons e /ou hidrólises antes da etapa de fermentação.
  • Além do ácido produzido durante a fermentação, a presente tecnologia apresenta como diferencial a recuperação do ácido que estava presente nos substratos como aditivo, o que garante um incremento no rendimento.
  • O processo pode ser aplicado pela própria indústria de bebidas açucaradas para a produção de ácido cítrico para uso como aditivo em bebidas com a simultânea redução da carga poluente dos descartes.
  • Tal tecnologia envolve o conceito de economia circular, sendo uma alternativa interessante para as indústrias que buscam a sustentabilidade em seus modelos de negócios.
Disponível para

Licenciamento

INFORMAÇÕES DA PATENTE

NÚMERO: BR1020200262505

STATUS: Depositada em 21/12/2020

TITULARES: Universidade Federal do Paraná

AUTORES: Luciana Porto de Souza Vandenberghe, Susan Grace Karp, Sabrina Moraes, Carlos Ricardo Soccol e Cristine Rodrigues

CLASSIFICAÇÃO INPI: C – Química; Metalurgia

PALAVRAS-CHAVE: Ácido cítrico, Bebidas açucaradas, Refrigerantes, Sucos de frutas, Néctar de frutas, Bebidas energéticas, Bebidas esportivas isotônicas, Aspergillus niger.

Rolar para o topo