MEIO PARA CULTURA DE TECIDOS VEGETAIS

PI0515_BR1020200015630
Imagem meramente ilustrativa.

O que é

A presente invenção apresenta a composição de um meio para o cultivo de tecidos vegetais. A água de maceração de milho é usada para compor a base do meio de cultura, o qual é suplementado ainda com sacarose, fosfato de potássio e com os reguladores de crescimento vegetal, 6-benzilaminopurina e ácido-naftaleno acético.

Opcionalmente esse meio pode ser suplementado ainda com os sais cloreto de cálcio, sulfato de magnésio, sulfato de manganês, sulfato de zinco e molibdato de sódio, além do ácido bórico. O pH pode ser ajustado de 5,5 a 6,0 e o meio pode ser usado na forma líquida, solidificada com ágar ou também com goma gelana. A grande vantagem desse meio de cultura é a sua eficiência em estimular a produção de metabólitos secundáriosaliada ao seu baixo custo.

Pode ser usado para micropropagação, embriogênese somática e produção de metabólitos secundários, enfim para qualquer aplicação envolvendo a cultura de tecidos vegetais.

Disponível para

Licenciamento

INFORMAÇÕES DA PATENTE

NÚMERO: BR1020200015630

STATUS: Depositada em 24/01/2020

TITULARES: Universidade Federal do Paraná

AUTORES: Carlos Ricardo Soccol, André Luiz Gollo, André Luís Lopes da Silva e Susan Grace Karp

CLASSIFICAÇÃO INPI: A – Necessidades Humanas

PALAVRAS-CHAVE: Meio de cultura, Micropropagação, Cultura de tecidos vegetais

Rolar para o topo