OBTENÇÃO E UTILIZAÇÃO DA PECTINA DE RESÍDUO AGRÍCOLA DO PROCESSAMENTO DO CAFÉ COMO AGENTE ESPESSANTE E GELIFICANTE

O que é

A pectina é um aditivo utilizado em diversos setores da indústria como um agente gelificante, espessante e emulsificante. Atualmente, a casca dos cítricos é a principal matéria-prima para obtenção de pectina, porém o aumento da demanda pelo produto motiva a busca por fontes alternativas de pectina. A presente invenção contém um processo de obtenção de pectina a partir da polpa do café (Coffea spp.) e sua utilização como agente espessante e gelificante.

A invenção compreende as etapas de (i) Extração ácida para a obtenção de um extrato rico em pectinas (ii) Precipitação, separação, lavagem, secagem e moagem da pectina; (iii) Utilização da pectina como agente espessante ou gelificante. Esse processo permite a utilização da polpa do café, um dos principais resíduos agrícolas gerados no Brasil, na obtenção de pectinas com propriedades espessantes e gelificantes, utilizadas em preparações nas indústrias de fármacos, química, alimentos e bebidas, rações e cosméticos.

Benefícios / Vantagens

  • Utilização de um resíduo agrícola potencialmente danoso ao meio ambiente quando não manejado de forma adequada;
  • A polpa de café é uma matéria-prima que poderia ser obtida praticamente sem custos;
  • O Brasil é o maior produtor mundial de café e possui a matéria-prima (polpa de café) em abundância.
Disponível para

Licenciamento

INFORMAÇÕES DA PATENTE

NÚMERO: BR1020190163410

STATUS: Depositada em 07/08/2019

TITULARES: Universidade Federal do Paraná

AUTORES: Luis Henrique Santolin Reichembach, Rafaela de Oliveira Penha e Carmen Lúcia de Oliveira Petkowicz

CLASSIFICAÇÃO INPI: C – Química; Metalurgia

PALAVRAS-CHAVE: Pectina, Café

Rolar para o topo