USO DE PEPTÍDEO SINTÉTICO P.SC2.S118 PARA DIAGNÓSTICO DE COVID-19 USANDO PLATAFORMA DE IMUNODIAGNÓSTICO

PI0549_BR1020200243713
Imagem meramente ilustrativa.

O que é

A presente invenção trata da proteção de novo antígeno peptídico sintético e seu uso em imunodiagnóstico da doença COVID-19. O P.SC2.S.118 compreende uma sequência de aminoácidos detectado pelas metodologias capazes de simular epítopo de SARS-CoV-2. Os métodos de diagnóstico que podem empregar este peptídeo são baseados na interação do antígeno com componentes de amostras biológicas e posterior revelação da interação entre estes. 

O novo antígeno foi sintetizado quimicamente, avaliado e validado com soro de pacientes positivos para COVID19 e controles negativos. O antígeno em questão P.SC2.S.118 detecta resposta humoral e o estágio da resposta com a identificação das diferentes imunoglobulinas (IgM, IgG e IgTotal), sendo útil ao diagnóstico da COVID-19 por técnicas imunológicas, como o ensaio imuno-enzimático (ELISA indireto), mas não se limitando a esta. O teste ELISA com o uso do novo antígeno P.SC2.S.118 apresentou um índice de avidez de 60% e a relação entre as absorbâncias das amostras positiva e negativa está entre 2 e 4, dependendo do conjugado utilizado. 

O método e o antígeno usado na presente invenção não apresentam toxicidade, não são invasivos, tornando-se uma opção de diagnóstico mais acessível pelo baixo custo em relação aos métodos moleculares. A aplicação desta invenção está relacionada com a saúde humana e se situa no campo industrial.

Benefícios / Vantagens

  • Diagnóstico para diferentes estágios da COVID-19.
Disponível para

Licenciamento

INFORMAÇÕES DA PATENTE

NÚMERO: BR1020200243713

STATUS: Depositada em 30/11/2020

TITULARES: Universidade Federal do Paraná, Imunova Análises Biológicas Ltda.

AUTORES: Raphael Aparecido Boschero, Vanete Thomaz Soccol, Gabriela do Nascimento Ferreira, Carlos Ricardo Soccol, Eliezer Lucas Pires Ramos, Manuel Santini Hospinal, Luciana Porto de Souza Vandenberghe, Breno Castello Branco Beirão, Max Ingberman e Jean Michel Dela Vedova Costa

CLASSIFICAÇÃO INPI: A – Necessidades Humanas

PALAVRAS-CHAVE: COVID-19, SARS-COV-2, Diagnóstico, Peptídeos miméticos sintéticos.

Rolar para o topo