PEPTÍDEO SINTÉTICO PSLI379 E KIT PARA IMUNODIAGNÓSTICO DA LEISHMANIOSE VISCERAL CANINA

PI0520_BR1020200076159
Imagem meramente ilustrativa.

O que é

A presente invenção descreve a produção de um kit ELISA utilizando um novo antígeno, o peptídeos (SEQ no. 1) PSLi379, para imunodiagnóstico de leishmanioses visceral canina (LVC), doença causada pelo protozoário Leishmania infantum.

Os métodos de diagnóstico são baseados na interação de tal peptídeo com componentes de amostras biológicas e posterior detecção da resultante interação. O kit de diagnóstico ELISA compreende o uso do peptídeo e reagentes de detecção da reação entre peptídeos e componentes das amostras biológicas. 

A invenção também se refere a composições imunológicas que contenham peptídeos como princípio ativo. O peptídeo sintético descrito na presente invenção apresenta utilidade em quaisquer métodos, kit de diagnóstico e biossensores, usados para detectar a infecção e/ou a doença, em cães. Foram testados com soros caninos com maior sensibilidade e especificidade para LVC, reduzindo resultados falsos positivos e falsos negativos. O produto reivindicado na presente invenção não apresenta toxicidade.

A aplicação está relacionada com a saúde humana e veterinária.

Benefícios / Vantagens

  • Exame fácil de executar;
  • Método executável no consultório de médicos veterinários.
Disponível para

Licenciamento

INFORMAÇÕES DA PATENTE

NÚMERO: BR1020200076159

STATUS: Depositada em 16/04/2020

TITULARES: Universidade Federal do Paraná

AUTORES: Vanete Thomaz Soccol, Joyce Carvalho Pereira e Pedro Henrique dos Santos Souza

CLASSIFICAÇÃO INPI: A – Necessidades Humanas

PALAVRAS-CHAVE: Peptídeo sintético, Leishmaniose canina, ELISA, Imunodiagnóstico.

Rolar para o topo